O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, disse esta segunda-feira na inauguração da nova sede do Serviço regional de Proteção Civil que a Região «não vai parar» apesar do «sufoco financeiro».

«Apesar das vicissitudes que o país está a passar, das incertezas, das incompetências - e é preciso chamar as coisas pelo respetivo nome - e do sufoco financeiro que também envolve a Região Autónoma da Madeira, têm visto que não temos parado», declarou.

Alberto João Jardim lembrou que o Governo Regional continua «a fazer inaugurações, continua a entrar em coisas novas ao serviço da população e, simultaneamente, está a cumprir os acordos que, internacionalmente, também foram impostos à Região», cita a Lusa.

«Infelizmente, noutros sítios, não conseguem cumprir tais acordos», observou.

Por isso, realçou, «apesar das dificuldades a Região não para».

«E isto não dizemos para gozo pessoal ou para adorno pessoal, dizemos isto para demonstrar ao país que é possível, mesmo em dificuldades, conseguir trabalhar desde que não se perca a esperança, desde que haja uma grande vontade de lutar contra as adversidades, desde que haja, sobretudo, bom senso e competência», finalizou.

O novo edifício de raiz do SRPC representou um investimento de cerca de 6 milhões de euros e está dotado de meios autónomos ao nível das comunicações, energia e de abastecimento de água e está projetado para receber o Centro de Formação de Proteção Civil da Madeira.