O executivo norte-americano do Google, Alan Eustace, vice-presidente da Google, bateu, esta sexta-feira um recorde de salto em queda livre. Eustauce saltou de uma altitude de 41,419 metros, até alcançar uma velocidade de 1290 quilómetros por hora, quebrando a barreira do som. O salto estratosférico foi realizado no Novo México.

Alan Eustace demorou três anos a planear a façanha e recusou mesmo uma oferta de financiamento da Google, porque queria levar o feito a cabo pelos seus próprios meios. Foi ele quem ajudou a desenvolver uma roupa pressurizada, que lhe permitiu completar o feito sem uma cápsula.

Eustauce subiu amarrado a um balão de hélio e demorou duas horas a atingir a altitude pretendida. Durante esse tempo, o executivo ficou preso na horizontal. Um pequeno explosivo libertou-o do balão e, após 15 minutos, o recordista mundial pousou com o seu paraquedas.

«Sempre imaginei: como seria se pudéssemos projetar um sistema que permitisse aos humanos explorar a estratosfera com a facilidade de mergulhar no oceano», relatou Eustace.

«Com a ajuda dos engenheiros do StratEx Team, espero termos encorajado outros a explorar essa parte do mundo da qual sabemos pouco», acrescentou.

O anterior recorde de salto de paraquedas, a partir de um balão, tinha sido registado em 2012, por Felix Baumgartner.