O Sindicato espanhol denunciou a companhia aérea espanhola Air Europa após ter exigido aos candidatos a tripulantes de cabine de passageiros o pagamento de uma verba de 60 euros.

Em comunicado, o sindicato espanhol Union Sindical Obrera (USO) denuncia a empresa, do grupo Globalia, afirmando que sem o pagamento da verba em questão, os candidatos não teriam acesso ao processo de seleção, que decorreu na terça-feira.

A companhia low-cost tenciona contratar 100 pilotos e 150 tripulantes de cabine e o processo de seleção estará a cargo de uma companhia externa especializada e não identificada, informou a Europa Press ao jornal espanhol El País.

O sindicato espanhol alerta ainda para a "precarização do mercado laboral", em Espanha, "com mais de quatro milhões de desempregados e mais de 20% da população ativa desempregada", classificando a medida da Air Europa como "abusiva", contribuindo para "dificultar o acesso ao mercado de trabalho".