O número de crianças a receber o abono de família nunca foi tão baixo como no mês de outubro, havendo cerca de 1,14 milhões de menores a receber esta prestação social, menos 60.499 do que em setembro.

Segundo dados do Instituto da Segurança Social (ISS), atualizados a 01 de novembro, em outubro de 2013, 1.146.398 crianças receberam o abono de família, um número 5% abaixo do registado em setembro, quando houve 1.206.897 menores.

Olhando para o período homólogo, a quebra é menos significativa, já que em outubro do ano passado o número de crianças com abono de família era de 1.178.183, ainda assim, quase mais 32 mil do que as agora registadas.

Na estatística da Segurança Social, os dados mais antigos são referentes a janeiro de 2005, altura em que havia 1.584.853 crianças a receber esta prestação social.

Contas feitas, entre janeiro de 2005 e outubro de 2013 há menos 438.455 crianças (-27,6%) a receber abono de família, sendo o mês de outubro aquele que registou o número mais baixo de sempre.

De acordo com a informação disponível no site do ISS, o abono de família é uma «prestação em dinheiro atribuída mensalmente, com o objetivo de compensar os encargos familiares respeitantes ao sustento e educação das crianças e jovens», cita a Lusa.