O índice de produção industrial apresentou uma variação homóloga de 2,9% em novembro, depois da variação de 3,3% observada em outubro, anunciou o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Em termos mensais, o índice de produção industrial registou uma variação de 1,4% em novembro, depois de uma variação negativa de 0,4% em outubro.

Do inquérito aos industriais, o INE conclui que todos os agrupamentos contribuíram para a variação do índice de produção industrial, destacando os de bens intermédios (1,6 pontos percentuais), em resultado de uma variação homóloga de 4,1% (depois de uma variação nula no mês anterior).

O índice do agrupamento de bens de investimento, por sua vez, passou de uma taxa de variação negativa em outubro (0,5%) para uma variação positiva em novembro (4,5%), da qual resultou um contributo de 0,6 pontos percentuais, sobretudo devido à fabricação de veículos automóveis.

Os agrupamentos de bens de consumo e de energia apresentaram, por sua vez, taxas de variação de 1,0% e de 2,1% (3,4% e 15,8% em outubro), respetivamente.