As famílias portuguesas pediram menos crédito (-1,9%) em abril cifrando-se o total nos 126,6 mil milhões de euros, em termos homólogos, anunciou o Banco de Portugal no boletim de informação estatística de abril.

Se compararmos com as variações anuais no mês anterior (-2,1%) e em abril de 2015 (-3,1%), verificamos que, mesmo assim os portugueses estão a pedir mais crédito sobretudo para consumo e outros fins já que para a habitação a percentagem continua a descer.

Acrescentando as instituições sem fins lucrativos ao serviço das famílias, o que perfaz os particulares, verificamos que também aí houve uma descida de 1,9% para 128,7 mil milhões de euros.

Já no que toca às empresas, o crédito concedido desceu 2,7% em termos homólogos para 82,6 mil milhões de euros em Abril, segundo os mesmos dados do Banco de Portugal.

No segmento empresarial, o rácio de crédito vencido, ou seja em incumprimento, estabilizou nos 16,4% mas mantém-se acima dos 15,9% de Abril de 2015.

Os particulares também continuam com o mesmo rácio de crédito vencido face a março (5,1%) e com ligeira subida em relação a abril de 2015 (5%).