O sentimento económico acelerou, em outubro, para os 114,0 pontos na zona euro e os 114,2 na União Europeia (UE), atingindo os níveis mais altos desde outubro de 2000 e de junho de 2007, respetivamente, segundo a Comissão Europeia.

Na zona euro, o sentimento económico cresceu em outubro 0,9 pontos face a setembro (para os 114,0) e 1,1 pontos na UE (para os 114,2).

De acordo com dados da Direção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, nos 19 países da moeda única, a subida do indicador resultou na melhoria da confiança nos setores da indústria, retalho e construção e ainda, em menor grau, no dos serviços.

Confiança dos consumidores aumenta e clima económico estabiliza em outubro

Em Portugal, e segundo dados divulgados hoje pela Instituto Nacional de Estatística (INE), o indicador de confiança dos consumidores aumentou em outubro, após ter diminuído em agosto e setembro, voltando a um patamar próximo do valor máximo da série atingido em julho.

Já o indicador de clima económico estabilizou em setembro e outubro, depois de ter diminuído em agosto. No mês de referência, os indicadores de confiança diminuíram na Construção e Obras Públicas e nos Serviços, tendo aumentado na Indústria Transformadora e estabilizado no Comércio.