A inflação na zona euro deverá ser de 0,3% em setembro, uma descida de 0,1% relativamente a agosto, sublinhou esta terça-feira o Eurostat na sua estimativa rápida.

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da União Europeia, o setor dos serviços foi o que registou uma taxa de inflação mais elevada (1,1%, contra 1,3% em agosto), seguindo-se os da alimentação, bebidas alcoólicas e tabaco (0,2%, face aos -0,3% de agosto), bens industriais (0,1%, comparando com 0,3% de agosto) e energia (-2,4%, face aos -2,0% registados em agosto).

Recorde-se que em agosto o Eurostat tinha estimado que a taxa de inflação anual na zona euro deveria recuar para os 0,3%, contra os 0,4% no mês anterior. Mas o valor acabou por estabilizar nos 0,4%.

Nesta estimativa o Eurostat não detalha informação sobre os Estados-membros. Essa informação será publicada no dia 16 de outubro.