O Tesouro italiano colocou esta terça-feira 6.750 milhões de euros em dívida a cinco e 10 anos. O valor colocado era o máximo previsto e os juros pagos foram inferiores aos dos leilões anteriores.

No prazo a cinco anos, o Tesouro colocou o máximo de 3.000 milhões de euros a um juro de 3,22%, menos 0,25 pontos percentuais que o valor pago no anterior leilão de julho.

A procura de dívida a cinco anos atingiu 4.084 milhões de euros, ou seja 1,36 vezes superior à oferta.

No leilão anterior, a procura tinha sido 1,30 vezes superior à oferta.

A 10 anos, o Tesouro colocou a totalidade dos 3.750 milhões de euros que tinha previsto a um juro de 4,55%, superior aos 4,46% pagos no anterior leilão.

O rácio de cobertura da emissão também foi de 1,36 vezes, já que a procura se cifrou em 4.957 milhões de euros.