O prejuízo da Metro do Porto recuou para menos de metade em 2015 face ao ano anterior. O resultado do exercício alcançou 193 milhões de euros negativos, segundo o Relatório e Contas da empresa, aprovado em assembleia-geral.

"O desempenho favorável verificado nas rubricas dos resultados financeiros, que influenciaram de forma significativa os resultados líquidos, que apesar de registarem um valor negativo de 193,3 milhões de euros, correspondem a uma melhoria de perto de 52%, quando comparados com os 400 milhões negativos de 2014".

É o que se lê na mensagem que deixa o presidente da Metro do Porto deixa no referido documento.

O relatório e contas de 2015 da Metro do Porto foram aprovados por unanimidade, disse aos jornalistas o presidente do Conselho de Administração da Metro do Porto, Jorge Delgado.