A EDP vendeu esta terça-feira uma parcela de 100 milhões de euros do défice tarifário de 2015 e respetivos juros, relativo ao sobrecusto com a produção em regime especial, anunciou a elétrica liderada por António Mexia.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a EDP Serviço Universal, comercializador de último recurso do sistema elétrico português, anuncia ter acordado a venda de uma parcela de 100 milhões de euros, e respetivos juros, do défice tarifário de 2015, relativo ao sobrecusto com a produção em regime especial.

O défice tarifário de 2015 resultou do diferimento por cinco anos da recuperação do sobrecusto de 2015 com a aquisição de energia aos produtores em regime especial, que inclui os ajustamentos de 2013 e 2014, explicou a empresa ao mercado.

Este ano, a EDP tinha realizado três vendas de défice tarifário de 2014, em março, maio e a 14 de dezembro, nos valores de 500, 186 e 93 milhões de euros, respetivamente.

No comunicado ao mercado emitido hoje não é referido com quem foi acordada a venda da parcela do défice tarifário de 2015.