O Governo vai lançar um novo concurso público para a subconcessão do Metro do Porto, anunciou esta sexta-feira o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes.

"Vamos, necessariamente, ter de preparar um novo concurso", disse o governante, que falava aos jornalistas no final da cerimónia de comemoração dos 56 anos do Metropolitano de Lisboa.

Segundo o ministro, os estatutos da Metro do Porto não permitem que empresa opere o metropolitano, tornando obrigatória a subconcessão.

O ministro adiantou que está a ser preparado o novo concurso e que o contrato com a Via Porto - empresa que atualmente explora o metro local - vai ser prorrogado por "pelo menos mais três meses".