O comércio externo aumentou fortemente nas maiores economias da zona euro no terceiro trimestre, designadamente na Alemanha, França e Itália, anunciou esta quinta-feira a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Segundo os dados revelados, as importações e exportações aumentaram na Alemanha, respetivamente, 4,7% e 4,6% no terceiro trimestre, depois de terem recuado 2,2% e 1,9% no trimestre anterior.

No G7 e nos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), o comércio de mercadorias aumentou em média 1,4% no terceiro trimestre, ultrapassando as contrações registadas no período homólogo anterior.

As importações e exportações nos Estados Unidos aumentaram 1,4% e 0,5% no terceiro trimestre e na Rússia registaram acréscimos respetivamente de 1,4% e 0,5%.

Em relação à China, a OCDE sublinha que o excedente comercial no terceiro trimestre deste ano diminuiu pelo terceiro trimestre consecutivo, tendo as importações aumentado 2,3% e as exportações apenas 0,7%.

No Japão, as importações e as exportações continuaram a contrair-se no terceiro trimestre.

Além dos Estados membros da zona euro França, Alemanha e Itália, o G7 inclui o Reino Unido, Canadá, Japão e Estados Unidos.