A Ryanair anunciou hoje que foi "forçada" a cancelar 166 voos que deveriam realizar-se na terça-feira a partir de França e para aquele país, devido à greve dos controladores aéreos franceses.

Em comunicado, citado pela Lusa, a companhia aérea lamenta o sucedido e indica que “30 mil clientes Ryanair terão os seus voos cancelados na terça-feira e mais de 100 mil clientes irão experienciar severos atrasos dos seus voos, consequência desta greve, a 12.ª em 13 semanas”.

Entretanto, e de acordo com a mesma nota, a companhia aérea ‘low cost’ (baixo custo) apelou hoje à Comissão Europeia para que sejam tomadas “medidas imediatas que evitem que milhares de cidadãos europeus tenham os seus voos cancelados ou atrasados devido às greves contínuas de pequenos sindicatos de Controladores de Tráfego Aéreo (CTA)”.