A Reserva Federal norte-americana manteve as taxas de juro entre 0,25% e 0,50% esta quarta-feira, afirmando que está a “acompanhar de perto” os desenvolvimentos económicos e financeiros globais.
 
Era uma decisão já esperada pelos analistas, depois da desaceleração económica verificada em janeiro.
 
Recorde-se que a 16 de dezembro a FeD decidiu subir as taxas de juro em 0,25 pontos percentuais, depois de as manter praticamente a zero desde a crise financeira de 2008, com o objetivo de estimular a economia norte-americana.
 
“O comité está a analisar de perto os desenvolvimentos económicos e financeiros, avaliando as suas implicações no mercado de trabalho e na inflação”, diz o comunicado da FeD.