O ritmo de venda de casas novas nos Estados Unidos baixou 3,3% em fevereiro e fixou-se numa taxa anual de 440 mil unidades, informou hoje o Departamento do Comércio.

Estes dados coincidem com as previsões dos analistas, que tiverem em conta as tempestades de neve e as temperaturas muito baixas que atingiram os Estados Unidos durante o inverno e afetaram a economia.

Desde meados do ano passado, a venda de casas tem registado altos e baixos, em grande parte devido ao aumento lento das taxas de juro dos empréstimos hipotecários e dos preços das casas.

As vendas de casas novas estão 1,1% acima dos números de há um ano.

O preço médio de uma casa nova subiu 0,4% em fevereiro e ficou em 261.800 dólares, segundo os dados oficiais.

Nos últimos três meses, o ritmo de venda de casas novas atingiu uma taxa anual de 445 mil, quando no período homólogo do ano passado era de 433 mil.

Na semana passada, a associação nacional de agentes de bens imobiliários informou que as vendas de casas usadas baixaram 0,4% em fevereiro, em todo o país, para um ritmo anual de 4,6 milhões de unidades, o mais baixo desde julho de 2012.

Neste setor de mercado, o inverno rigoroso e o aumento das taxas de juro também tiveram impacto. O preço médio das casas usadas foi de 189 mil dólares em fevereiro, 9,1% mais do que em fevereiro de 2013.