A Teixeira Duarte assinou um contrato com a Vale para a execução de uma obra ferroviária no Brasil. O negócio está avaliado em 66,4 milhões de euros.

De acordo com a informação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), e entretanto divulgada, a Teixeira Duarte refere que o contrato assinado com a Vale foi efetuado através da sua participada indireta a 100% ,a EMPA – Serviços de Engenharia –, e da sua participada indireta a 60%, a SOMAFEL – obras Ferroviárias e Marítimas -, ambas sociedades de direito brasileiro.

O prazo previsto para a execução da obra é de 759 dias a contar do dia 26 de julho de 2016 e o valor total da empreitada é de cerca de 66,4 milhões de euros (cerca de 239,6 milhões de reais).

No âmbito desta empreitada serão realizadas obras de construção, drenagens e outras, “distribuídas ao longo da ferrovia nos estados do Maranhão e Pará, com fornecimento de materiais, em regime de empreitada total”, refere a empresa.

A empresa, cotada em bolsa, mas já fora do PSI20, fechou esta quarta-feira a vaslorizar 1,3% para 0,233 euros.