A eletricidade transacionada no mercado grossista ibérico atingiu preços históricos em dezembro, ultrapassando os 100 euros por Mwh. Segundo o Jornal de Negócios, esta eletricidade está mais cara do que algumas subsidiadas, como é o caso da eólica.

O disparar dos preços no Mibel acontece devido a uma escassez de energias renováveis, que obrigou a contratar mais produção termoelétrica a carvão e gás natural.

A alta de dezembro será, no entanto, pouco relevante para Portugal em termos de preços grossistas, ao contrário do que acontece em Espanha, cuja revisão da tarifa é trimestral.