O Novo Banco começa esta segunda-feira a substituir as fachadas dos mais de 600 balcões do antigo Banco Espírito Santo (BES) no país, anunciou a instituição em comunicado, noticia a Lusa.

O Novo Banco adianta que a mudança de identidade será «progressiva».

A equipa liderada por Eduardo Stock da Cunha pretende que este processo de alteração do nome nas fachadas se vá alargando «em paralelo a todos os outros suportes de comunicação da marca», indica também o Novo Banco.

«Num cenário de alteração significativa do contexto foi necessário desenvolver uma nova marca, com novos valores e atributos, um novo posicionamento e uma nova identidade», segundo o comunicado, citado pela Lusa.

A mudança de identidade e a adoção do novo logotipo do Novo Banco, que mantém a cor verde e é acompanhado pelas asas estilizadas de uma pequena borboleta, serão acompanhadas por campanhas de comunicação na rádio, na imprensa, na área digital e ainda nos balcões.

A substituição do nome do BES pelo do Novo Banco irá estender-se também a todos os mercados externos da empresa, «começando por Espanha já a partir da próxima semana».

A mudança foi determinada pelo Banco de Portugal e pela Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia.