Angola deverá exportar em outubro 1,83 milhões de barris de petróleo por dia, a maior quantidade desde novembro de 2011, segundo o programa preliminar de entregas, divulgado pela agência de notícias financeira Bloomberg.

De acordo com a previsão dos exportadores de petróleo, Angola deve vender 1,83 milhões de barris por dia em outubro, aumentando face aos 1,77 milhões de barris previstos para setembro.

A notícia é positiva para os cofres angolanos, muito afetados pela quebra da cotação do petróleo nos mercados internacionais, e alicerça-se essencialmente no aumento da procura da Índia e da Indonésia, mas principalmente da China, que registou em julho valores de importação de petróleo próximos do mais alto nível já atingido.