O abono de família foi atribuído a 1.084.605 crianças e jovens em outubro, menos 2.511 face a setembro, segundo dados do Instituto da Segurança Social (ISS) divulgados esta segunda-feira.

Em relação ao mês homólogo do ano passado foram processados menos 29.205 abonos, correspondendo a menos 2,6% de variação homóloga, refere o Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) na “síntese estatística” que acompanha os dados.

“Apesar da diminuição verificada entre setembro e outubro, os processamentos de setembro foram revistos em alta devido às reentradas após entrega de prova escolar”, refere o GEP.

Relativamente às prestações por parentalidade, os dados do ISS, publicados no seu ‘site’, indicam que abrangeram 36.684 pessoas em outubro, mais 1,4% em relação ao mês anterior e mais 1,5% face a outubro de 2016.

O número de beneficiários destas prestações é na maioria mulheres (25.048, contra 11.636 homens). “No entanto, entre setembro e outubro de 2017, o crescimento relativo foi mais expressivo no sexo masculino (2,1% face a 1,0% do sexo feminino)”, observa o GEP.