Os projetos de lei do PCP e do PAN, que propõem preços máximos para o gás de garrafa e canalizado, foram hoje aprovados na generalidade, com abstenção do PSD e do PS e votos contra do CDS-PP.

Em causa estão o projeto de Lei n.º 582/XIII/2.ª, do PCP, que estabelece um sistema de preços máximos para o gás de garrafa e o gás canalizado e o projeto de Lei n.º 604/XIII/2.ª, do PAN, que vai no mesmo sentido, ao estabelecer um sistema de preços máximos no sector do gás comercializado em garrafa ou canalizado, butano ou propano.

Os dois diplomas foram hoje aprovados na generalidade com os votos a favor do PCP, Bloco de Esquerda (BE), PEV e PAN, a abstenção do PSD e do PS e os votos contra do CDS-PP, seguindo agora para discussão na especialidade, na Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas.