A greve dos trabalhadores da Unidade de Manutenção de Alta Velocidade (UMAV) da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) ao trabalho extraordinário, que começava hoje, foi desconvocada após o anúncio de recrutamento de nove eletromecânicos.

O Sindicato Independente Nacional dos Ferroviários (SINFB) anunciou hoje que recebeu da parte da EMEF a confirmação de que se encontra em curso um processo de recrutamento externo, onde se incluem nove eletromecânicos para a UMAV.

“Entendemos que, embora não seja o número ideal de trabalhadores face aos que são necessários, é um princípio de entendimento sobre o assunto, como tal, e após consulta dos trabalhadores, levantamos o pré-aviso de greve, a partir da presente data, esperando manter o diálogo sobre as necessidades da UMAV”, disse, em comunicado, o SINFB.

A greve tinha sido convocada em protesto contra a falta de admissões para a oficina dos comboios Alfa Pendular.

O Ministério do Planeamento anunciou recentemente o reforço do setor da manutenção do material circulante, com o recrutamento de mais 102 trabalhadores para a EMEF.