O jornal alemão «Die Zeit» noticia que o Eurogrupo está a propor estender o resgate grego até ao final do ano.

Segundo a notícia, a Grécia pode receber 10 mil milhões de euros, que está neste momento destinado à recapitalização do setor bancário.

O Banco Central Europeu também pode permitir o reforço da capacidade de endividamento dos bancos gregos junto do BCE, para que estes possam comprar 2 mil milhões de dívida grega.

Estas duas operações em conjunto podem permitir à Grécia cumprir os pagamentos ao Fundo Monetário Internacional e ao BCE este verão. 

Este acordo é considerado pelos estados-membros a "oferta final" para evitar a bancarrota na Grécia e não terá a participação do FMI.