O Parlamento Europeu decidiu hoje criar uma comissão de inquérito para analisar possíveis infrações ou má aplicação do direito comunitário quanto à medição de emissões no setor automóvel, na sequência do escândalo da falsificação dos dados pela Volkswagen.

A comissão de 45 eurodeputados irá investigar o alegado incumprimento, por parte da Comissão Europeia, da obrigação de rever e adaptar os ciclos de ensaio de medição quando estes deixam de refletir as emissões em condições de condução real.

A mesma comissão irá debruçar-se sobre a alegada omissão, da Comissão e das autoridades dos Estados-membros, de prever medidas adequadas e eficazes para controlar e proibir dispositivos que permitem manipular resultados.