Os deputados da câmara baixa do parlamento alemão (Bundestag) aprovaram esta sexta-feira por maioria as negociações de um terceiro plano de ajuda à Grécia, que pode chegar aos 86 mil milhões de euros.

Ao todo, 439 deputados, dos 598 que votaram, aprovaram o pedido do governo para poder negociar esta nova ajuda, anunciou o presidente do Bundestag, Norbert Lammert.

Cento e dezanove votaram contra e 40 abstiveram-se. Dos que votaram contra contam-se 50 deputados do CDU, o partido de Angela Merkel. 

O Bundestag conta 631 deputados.
 
Segundo a Reuters, a extensão dos votos contra é hoje maior do que na anterior votação, que serviu para aprovar a extensão do segundo resgate.

Agora é tempo de novas reuniões, nomeadamente no seio do Mecanismo Europeu de Estabilidade. O Eurogrupo vai reunir-se por teleconferência esta tarde. 
Esta manhã no Bundestag, a chanceler alemã Angela Merkel e o ministro das Finanças Wolfgang Schäuble concordaram que o melhor será ajudar a Grécia.

Merkel considerou que não ajudar Atenas seria "o caos e irresponsável". Schäuble alertou que esta é a "última oportunidade" para a Grécia.