A francesa Daniéle Nouy foi nomeada pelo Conselho da União Europeia como presidente do Conselho de Supervisão do mecanismo único de supervisão no seio do Banco Central Europeu (BCE), que vigiará o setor bancário a partir de novembro.

A responsável foi proposta pelo conselho de governadores do BCE no final de novembro, tendo a sua nomeação sido aprovada pela Comissão de Assuntos Económicos do Parlamento Europeu a 5 de dezembro e, hoje, pelo Conselho da União Europeia.

Até há pouco tempo, Danièle Nouy exerceu o cargo de secretária-geral da autoridade francesa de supervisão prudencial e de resolução, tendo anteriormente exercido funções de secretária-geral do Comité de Basileia de Supervisão Bancária.

«A nomeação da presidente do Conselho de Supervisão constitui um marco importante no contexto da criação de um mecanismo único de supervisão para os bancos da área do euro», considerou em comunicado Mario Draghi, presidente do BCE.

O italiano acrescentou que Danièle Nouy «tem quase 40 anos de experiência no domínio da supervisão bancária» e que, com esta nomeação, «o Conselho de Supervisão poderá iniciar em breve o seu trabalho e estabelecer todos os requisitos organizacionais, com vista a que o BCE assuma as suas responsabilidades de supervisão em 4 de novembro de 2014».

Danièle Nouy foi nomeada com efeitos a partir de 1 de janeiro de 2014 e o seu mandato terá a duração de cinco anos.