"O Conselho de Administração do Banco de Portugal, conforme acordado entre as autoridades nacionais e a Comissão Europeia, decidiu retomar o processo de venda da participação do Fundo de Resolução no Novo Banco", lê-se no comunicado do supervisor.

Segundo o BdP, "as decisões relativas ao modelo de venda, bem como aos seus termos de referência, serão tomadas numa fase posterior", conforme cita a Lusa.

"No imediato, proceder-se-á ao reforço da equipa de assessores financeiros, através de convite para apresentação de proposta para prestação de serviços. Tal reforço não implicará qualquer acréscimo de custos com serviços de assessoria no âmbito do processo de venda", assegurou a entidade liderada por Carlos Costa.

O BdP avançou ainda que "a assessoria jurídica continuará, como até aqui, a ser prestada pela Vieira de Almeida & Associados e pela Allen & Overy".