A Caesars Entertainment, dona do famoso casino Caesars Palace, em Las Vegas, apresentou um pedido de insolvência, recorrendo ao conhecido 'capítulo 11' da lei norte-americana, para se proteger dos credores durante a fase de reestruturação, noticia a Lusa.

A iniciativa faz parte de um plano de reestruturação com o objetivo de fortalecer a posição financeira e diminuir a dívida, explicou a empresa, citada pela AFP, garantindo que todos os casinos vão manter-se em funcionamento em todo o mundo.

A Caesars emprega 68 mil pessoas a nível mundial e gerou 8,5 mil milhões de dólares em receitas em 2013, de acordo com a informação que estão no site da empresa, mas nos últimos cinco anos tem perdido dinheiro.

Numa declaração para a imprensa, o presidente da companhia disse que a dívida, com este plano agora apresentado, será reduzida em 10 mil milhões de dólares, o que diminuirá o custo dos juros em 75%, para 450 milhões de dólares.