Portugal registou um aumento de 8,2% na produção industrial em agosto, face a julho, a maior taxa de crescimento mensal entre todos os países da União Europeia (UE), revelou o Eurostat.

Na média da Zona Euro o indicador subiu apenas 1% e no conjunto da UE 0,5%.

As maiores subidas, depois de Portugal, foram registadas por Malta (7,2%) e República Checa (4,7%). Já as maiores quebras registaram-se na Estónia (-3,5%), Suécia (-2,8%) e Letónia (-2,0%).

Já na comparação homóloga, com agosto de 2012, o indicador caiu 2,1% na zona euro e 1,6% na UE, tendo Portugal registado uma ligeira recuperação de 0,4%.

Os dados da comparação anual mostram que os maiores ganhos se registaram na Roménia (6,0%), Eslováquia (4,3%) e República Checa, enquanto as quebras mais significativas tiveram lugar na Suécia (-7,9%), Grécia (-7,5%), Irlanda (-5,9%) e Itália (-4,6%).