A votação na especialidade do projeto de lei do BE e do PS que acaba com as apresentações quinzenais nos centros de emprego e juntas de freguesia, criando um “acompanhamento personalizado” dos desempregados, foi adiada para a próxima semana, noticia o Público.

Durante a reunião da Comissão do Trabalho e da Segurança Social desta quarta-feira, o PSD pediu o adiamento potestativo da votação, que foi colocada na agenda à última hora, por considerar que não houve tempo para analisar a proposta.

De acordo com os deputados do PS e do BE, a proposta será votada na próxima terça-feira na comissão, ainda a tempo de ser aprovada no último plenário desta sessão legislativa, marcado para quarta-feira.

A proposta que está em cima da mesa resulta de um entendimento entre o BE (que defendia a eliminação das apresentações quinzenais) e o PS (que propôs que o controlo quinzenal fosse substituído por um acompanhamento mais personalizado dos desempregados).