Espanha entrou em outubro em deflação, pela primeira vez desde 2009, com os preços a recuarem 0,1% em termos anuais (face ao mesmo mês de 2012), segundo dados avançados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) espanhol.

Se este dado se confirmar a 13 de novembro (altura em que são publicados os dados definitivos), a inflação estará 4 décimas abaixo da taxa anual de setembro (0,3%), confirmando o primeiro recuo desde outubro de 2009, quando os preços baixaram 0,7%.

O INE explica que a queda dos preços deve-se principalmente à redução dos valores cobrados por alimentos e bebidas não alcoólicas e à perda do efeito do aumento das taxas universitárias, que foi implementado no mesmo mês do ano passado.

A descida de preços em Espanha surge depois de três meses consecutivos de queda no índice da inflação, que, em setembro, desceu 0,2% face a agosto e caiu 1,2 pontos, para 0,3% face ao ano passado.