A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) identificou 105 trabalhadores não declarados em setembro no âmbito de ações inspetivas a 2.196 estabelecimentos comerciais em todo o país.

No decorrer das ações levadas a cabo pela ACT, num universo de 6.900 trabalhadores do comércio, foram identificados 105 trabalhadores não declarados, sendo 93% mulheres.

Na sequência destas ações inspetivas foi regularizada a situação de 40% dos trabalhadores não declarados, refere a ACT em comunicado.

Foram ainda adotados 2.708 procedimentos inspetivos relativamente a irregularidades detetadas, nomeadamente, ao nível da organização e registo dos tempos de trabalho, trabalho não declarado, férias, afixação dos direitos e deveres em matéria de igualdade e não discriminação e a normas de segurança e saúde no trabalho.

A ACT assegura, no comunicado, que até ao final do ano continuará “não só a acompanhar as situações irregulares agora detetadas, mas também a realizar mais intervenções inspetivas neste setor”.