A produção industrial na zona euro subiu 0,7% em junho, face ao mês anterior, e recuou 2,8% em Portugal, de acordo com os dados revelados esta terça-feira pelo Eurostat, gabinete de estatísticas da União Europeia.

Face ao mesmo mês de 2012, a produção industrial nos países que têm a moeda única cresceu 0,3% e aumentou 2,2% em Portugal.

No universo dos 27 países que compõem a União Europeia, a produção industrial aumentou 0,9% em junho, face a maio, e 0,4% em termos homólogos.

Em termos mensais, a produção industrial de bens duráveis cresceu 4,9% na zona euro e 4,2% na UE27, enquanto na energia recuou 1,6% no universo dos países da moeda única e recuou 1,3% na UE.

Entre os Estados-membros cuja informação está disponível, a produção industrial aumentou em 14 e caiu em oito. Os maiores aumentos em cadeia (face ao mês anterior) foram registados na Irlanda (+8,7%), Roménia (+5,7%), Polónia (+3,1%), Alemanha e Grécia (ambas +2,5%).

Os maiores recuos foram registados na Holanda (-4,1%), em Portugal (-2,8%) e França (-1,5%).

Face a junho de 2012, a produção de bens duráveis recuou 1,0% na zona euro e aumentou 0,1% na UE27.

A produção de energia recuou 1,7% na zona euro e 2,9% na UE27.

Em termos homólogos, 11 países registaram uma subida da produção industrial e outros 11 recuaram, com os maiores aumentos a acontecerem na Roménia (+9,6%), Polónia (+5,3%) e Estónia (+4,7%).

As maiores quedas registaram-se na Finlândia (-5,9%), Bulgária (-4,4%) e República Checa (-3,0%).