O presidente executivo do Bankinter em Portugal admite que a incerteza em torno do Novo Banco e da Caixa Geral de Depósitos constitui oportunidades para o banco, apesar de enfraquecerem o sistema financeiro português.

Em abril, o banco espanhol Bankinter comprou o negócio a retalho do Barclays. Em declarações à agência Lusa, Carlos Brandão fez um balanço “muito positivo” destes últimos três meses, apesar da incerteza no sistema financeiro português.

No debate ‘A (r)Evolução Digital’, promovido pelo Jornal de Negócios e que decorreu esta manhã em Lisboa, Carlos Brandão considerou que o Novo Banco continua a ser “um problema na mente dos contribuintes”.

O presidente do Bankinter afirmou que as pessoas se interrogam para o eventual “peso acrescido” que pode significar para as suas vidas, caso a venda acabe por ocorrer por um montante inferior ao injetado pelo Estado.