A Comissão dos Assuntos Sociais do Parlamento Europeu apelou esta quinta-feira à criação de um plano para a criação de emprego nos países que estão sob programas de assistência financeira da troika.

Segundo Alejandro Cercas, eurodeputado socialista, na Comissão de Emprego há um consenso de sobre a necessidade de um plano de recuperação do emprego nestes países, sobretudo do emprego jovem.

«Necessitamos em absoluto, de uma maneira urgente, de criar emprego, criar atividade que gere recursos financeiros, que também ajudem a recuperar as finanças públicas, mas que recuperem a procura, as pequenas e médias empresas, recuperem as forças vitais da economia desses países.

Que se reúnam aqueles que se reuniram para salvar os bancos, e que encontram 700 mil milhões de euros.

Provavelmente com muito menos dinheiro podemos fazer um plano, de médio e longo prazo, para recuperar o dano terrível que estão a sofrer as populações», rematou o responsável.

A proposta vai ser votada no hemiciclo em março.