O Montepio obteve um resultado líquido de 9,8 milhões de euros nos primeiros três meses do ano, uma descida homóloga de 72,5% face ao lucro de 35,5 milhões de euros obtidos em igual período de 2014.

A margem financeira baixou 23,5% para 62,6 milhões de euros, com o produto bancário a cair 40,5% para 182,9 milhões de euros.

Os gastos operacionais subiram uns ligeiros 0,6% para 82,2 milhões de euros, tendo o resultado bruto ficado nos 100,8 milhões de euros, menos 55,4% do que em março do ano passado.