O lucro atribuível ao grupo Sonae, excluindo os efeitos da fusão Zon-Optimus e imparidades no terceiro trimestre de 2013, cresceu 11,2% em 2014, face ao ano anterior, para 144 milhões de euros, anunciou esta quarta-feira a empresa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae esclarece que o resultado líquido beneficiou «com o desempenho positivo ao nível do resultado direto», o qual aumentou 4,4% para 127 milhões de euros.

O resultado direto «foi essencialmente impulsionado pelo crescimento operacional e pela melhoria da atividade financeira líquida, que mais do que compensaram a diminuição dos resultados consolidados pelo método de equivalência patrimonial», adianta.