A agência de notação Standard & Poor's baixou, na quinta-feira, o rating da petrolífera brasileira Petrobras e de dezenas de bancos e outras empresas, um dia depois de após um corte do 'rating' financeiro do país.

A nota da Petrobras passou de BBB- a BB, qualificação que coloca os títulos da empresa, a maior do Brasil, como um ativo especulativo, indicou a agência em comunicado.

Na lista de empresas cujas notas foram reduzidas figuram 11 bancos, incluindo os privados Itaú, Bradesco e a filial brasileira do Santander - todos receberam nota BB+, equivalente à categoria de ‘lixo’, e com perspetiva negativa.