O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, considera que a TAP não conseguirá recuperar «sem um processo de privatização».¿Em entrevista ao Jornal de Negócios, o governante sublinhou que as «nossas preocupações nesta altura centram-se em encontrar uma oportunidade de poder concretizar a privatização da TAP, que é um problema sério que nós temos»

Pedro Passos Coelho admite que a empresa «visivelmente não conseguirá recuperar nos próximos anos sem um processo de privatização». O líder do Governo recorda que o Estado não pode nesta altura injetar capital na TAP, o que impede que esta faça os investimentos de que necessita.