As exportações e as importações de bens cresceram 6,8% e 7,1%, respetivamente em junho face ao mesmo mês de 2016, anunciou o Instituto Nacional de Estatística.

Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 7,4% e as importações cresceram 7,7%, respetivamente.

A diferença entre as duas variações, faz com que o défice da balança comercial de bens se tenha situado em 1.004 milhões de euros em junho, o que representa um aumento de 80 milhões de euros face ao mês homólogo de 2016.


No segundo trimestre de 2017, as exportações e as importações de bens aumentaram respetivamente 7,5% e 13,3%, face ao período homólogo.

No conjunto do semestre verificaram-se aumentos de 12,1% nas exportações e 14,5% nas importações. Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, os acréscimos foram de 10,1% e 11,5%, respetivamente.