O Banco Central Europeu (BCE) reviu em alta, esta quinta-feira, as suas previsões de crecimento na Zona Euro, mas baixou as relativas à inflação.

Na sequência de uma reunião governamental em Talin, capital da Estónia, o BCE fez saber que, para 2017, a instituição passa a prever um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) na Zona Euro de 1,9%, em vez dos anteriores 1,8%.

A previsão para 2018 passou para 1,8% (estava em 1,7%) e a de 2019 subiu para 1,7% em vez de 1,6%.

As previsões relativas à inflação são agora de 1,5% em 2017, 1,3% em 2018 e 1,6% em 2019.

Em março, o BCE tinha antecipado uma inflação de 1,7% para 2017, de 1,6% no próximo ano e de 1,7% em 2019.