A taxa de ocupação hoteleira média por quarto em novembro no Algarve foi de 40,5 por cento, o que revela um aumento de quatro por cento em relação ao mesmo mês de 2014, anunciou hoje a principal associação de hoteleiros da região.

De acordo com os dados provisórios revelados hoje pela Associação de Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), os mercados holandês (+40,5%), alemão (+25,6%) e espanhol (+22,4%) foram os que registaram as maiores subidas na ocupação hoteleira no Algarve.

Por zonas geográficas, as maiores subidas registaram-se em Monte Gordo, no concelho de Vila Real de Santo António (+9,3 pontos percentuais), em Lagos, Sagres, no concelho de Vila do Bispo, e em Carvoeiro, freguesia de Armação de Pera (+4,5p.p.)

O concelho de Albufeira, considerado como a principal zona turística do Algarve, registou uma subida de 4,2 pontos percentuais.

Segundo a AHETA, as principais subidas verificaram-se nos aldeamentos e apartamentos turísticos de quatro e cinco estrelas (+8,9 p.p.) e nos de três estrelas (+5,4 p.p.).

No documento, a associação dos hoteleiros indicou que o volume de negócios aumentou em novembro deste ano 13,8% comparativamente ao mesmo mês de 2014.