A agência de notação financeira Moody's melhorou a perspetiva do rating atribuído às regiões autónomas da Madeira e dos Açores de estável para positiva. A revisão acontece dias depois de ter feito o mesmo relativamente à dívida portuguesa.

Embora o rating se mantenha no nível lixo, de não investimento, tanto nos Açores(Ba2, o segundo nível) e à Madeira (B1, o quarto patamar de lixo), há também relativamente às ilhas uma abertura para subir o rating.

A decisão de melhorar a perspetiva "reflete a diminuição da pressão" sobre as regiões autónomas.

Para a Moody's, a base de receita fiscal de Açores e Madeira vai aumentar à medida que as perspetivas de crescimento económico do país no médio prazo melhoram, o que vai "resultar em mais transferências" para os dois governos regionais.

Estes elementos vão apoiar os esforços das regiões para rebalançar os seus orçamentos e, dessa forma, e assim reduzir as suas necessidades de endividamento".

Quanto ao rating da dívida de Portugal, pode finalmente sair do lixo, mas a agência antecipa que só daqui a um ano e se uma séria de variáveis se confirmarem. Desde logo se as tendências económicas e orçamentais positivas forem sustentadas e se a carga de dívida muito elevada entrar numa tendência estável e descendente.