O grupo de trabalho do Eurogrupo, instância que prepara as reuniões de ministros das Finanças da zona euro, vai reunir-se na segunda-feira para analisar as consequências do resultado do referendo de hoje na Grécia, indicaram fontes europeias.

O “Eurogroup working group” é composto por representantes dos Estados-membros da zona euro que integram o Comité Económico e Financeiro e por representantes da Comissão Europeia e Banco Central Europeu, sendo a sua missão prestar assistência ao Eurogrupo na preparação das reuniões deste fórum, pelo que costuma reunir-se em vésperas dos encontros dos ministros das Finanças da zona euro.

No entanto, para já, não está ainda agendada qualquer reunião extraordinária do Eurogrupo sobre a Grécia - estando apenas calendarizada uma reunião ordinária do fórum de ministros das Finanças para 13 de julho -, sendo contudo provável que venha a ser convocado um encontro antes dessa data para discutir a Grécia, apontaram outras fontes.

Os membros do grupo de trabalho do Eurogrupo – normalmente os responsáveis pelo Tesouro ou “números 2” dos ministérios das Finanças – irão então apreciar o resultado do referendo na Grécia, que, de acordo com os resultados já conhecidos, ditou a vitória do “não” às propostas dos credores.

Com um quarto dos votos contados, o “não” tem 60,62%, contra 39,38% do “sim”.