Um dos principais sindicatos dos pilotos alemães apelou a uma nova greve dos profissionais da Lufthansa na próxima quinta-feira, devido a um conflito relativo às condições de pré-reforma.

Em comunicado hoje divulgado, citado por agências noticiosas internacionais, o sindicato Vereinigung Cockpit refere que a nova paralisação começará na quinta-feira às 03:00 locais (menos uma hora em Lisboa) e prolonga-se até às 23:59, afetando os voos de longo curso e de carga.

A greve de quinta-feira segue-se a uma paralisação de 36 horas que termina hoje à meia-noite e que levou ao cancelamento de mais de mil voos.

Os pilotos da Lufthansa contestam as novas condições para o fim de carreira e querem manter a possibilidade de passar à pré-reforma aos 55 anos com 60% do salário, antes da reforma aos 65 anos.

Desde abril que a companhia aérea alemã tem sido afetada por várias greves.