Os ministros das Finanças da zona euro devem reunir-se «muito provavelmente» a 11 de fevereiro, em Bruxelas, na véspera de uma cimeira europeia, para definir uma posição sobre a Grécia, indicaram fontes citadas pelas agências internacionais.

É «muito provável» que a reunião extraordinária do Eurogrupo se realize, mas é preciso esperar pela reunião de uma instância preparatória, na próxima quinta-feira, para que haja confirmação, indicou à AFP uma fonte que pediu anonimato.

A reunião extraordinária seria a primeira com a participação do novo ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis, que já disse querer apresentar as suas ideias aos restantes ministros da zona euro.

Grécia: perdão ou troca de dívida? Uma questão de palavras