O consumo de gás natural em Portugal disparou para um novo recorde em 2017, revela a REN. 

O aumento foi de 24,8% em 2017, para 69,7 TeraWatt-hora (TWh) face ao ano anterior, e foi impulsionado pelo mercado elétrico. 

A empresa gestora das redes energéticas adianta, em comunicado, que o consumo de gás natural foi o "mais elevado de sempre, ultrapassando em 21% o anterior máximo registado em 2010".

No segmento do mercado elétrico, isto é, para a produção de eletricidade, o consumo foi igualmente o mais elevado de sempre, ultrapassando o anterior máximo de 2008, o que está relacionado com o período de seca e a baixa produção renovável, que obriga a acionar as centrais a gás.

No mês de dezembro, no mercado de gás natural, registou-se a primeira queda homóloga verificada no consumo este ano, devido a uma redução de 14,5% verificada no segmento de produção de energia elétrica, enquanto no segmento convencional se registou um crescimento homólogo de 1,9%. Foi a seca que fez disparar o consumo para um novo recorde.