O Governo leva esta quinta-feira a Conselho de Ministros um conjunto de instrumentos para ajudar as empresas portuguesas em dificuldades em Angola, revela o Diário Económico.

Um deles é a criação de uma linha de crédito para ajudar a tesouraria destas empresas. A linha terá garantia mútua.

Em causa estão os empresários portugueses pagos em Kwanzas que depois enfrentam dificuldades ao tentar trocar essas verbas para dólares ou euros, devido aos problemas de divisas.

A linha de crédito ainda não tem montante definido, mas à partida só poderá ser utilizada pelas empresas em dificuldade.