A Nigéria está a ponderar pedir ajuda ao Banco Mundial, Banco de Desenvolvimento Africano e outras organizações internacionais devido ao buraco orçamental criado devido ao colapso do preço do petróleo.

O governo do país afirmou que o financiamento necessário deverá rondar os 9 mil milhões de dólares (8,2 mil milhões de euros), escreve a CNN. O petróleo representa 35% do PIB do país, 75% das receitas do governo e 90% da receita das exportações.

A Nigéria é o segundo maior produtor de petróleo, a seguir ao Azerbeijão, a admitir necessitar de financiamento de emergência devido à queda de 75% do preço do crude.

O país estima que este ano o défice atinja os 15 mil milhões de dólares (13,7 mil milhões de euros) já este ano.